Drones supera Pumpkins e encaminha vaga aos playoffs

  • Drones x Pumpkins 07 _ 19ago2017

O Ijuí Drones recepcionou o Porto Alegre Pumpkins na tarde deste sábado, dia 19 de agosto. O confronto – válido pela quinta edição da Copa Sul de Futebol Americano – foi sediado no Poliesportivo, em Ijuí, ao lado do Ginásio Wilson Mânica com os dois lados embalados por triunfos na estreia. A favor dos visitantes, porém, o fato de nunca terem perdido para os zangões. As equipes, aliás, são velhas conhecidas. O primeiro jogo oficial do Drones ocorreu num 14 de abril de 2013. Naquela tarde, no mesmo campo da partida desse final de semana, os portoalegrenses venceram por 101 a 00. O jogo foi o primeiro dum estadual que contou com somente três times. O Santa Maria Soldiers, que sagrou-se campeão mais tarde, completava o quadro de participantes.  E nos encontros que se seguiram após aquele ano, o enxame nunca venceu.

Arthur Filho, o Samurai, aparece na imagem abaixo. Ele permanece na equipe ijuiense desde aquele jogo, quando saiu de campo machucado. Nesse sábado, não pode atuar. Samurai passou por uma cirurgia após uma crise de apendicite e fica fora do restante da temporada. Eduardo Mundstock era player na época. Depois assumiu como coach. Agora, atuou como narrador da partida.

DSC07507

Naquele 2013, o Pumpkins tinha um americano no time: Keoderick “Keke” Gant

DSC07517

2017: Drones x Pumpkins

Quando cheguei no campo, o confronto estava quase no intervalo. Consegui ver ainda o Pumpkins marcar um touchdown e converter o extra point e o Drones – em vantagem no placar, apesar do golpe – reagir com um incrível field goal do #84 Luís Becker. Quando as zebras informaram que era hora da pausa, o placar estampava 22 pontos para os locais e 14 pontos para as visitas. 

Drones x Pumpkins 05 _ 19ago2017
Luís Becker se prepara para tentar o field goal. Foto: Keller Steglich

Uma amostra de como os elencos se comportariam foi dada no reinício de embate, mesmo que a Drones tenha dominado a terceira parte do jogo. O Pumpkins anotou novo touchdown (6 pontos) e acertou o extra point (1 ponto). Dessa maneira, a diferença caiu para só uma unidade: 22 a 21. A partir daí, o time preto e amarelo abriu boa vantagem com um TD (o extra point subsequente foi desperdiçado) e outros dois field goals certeiros de Luís Becker. O marcador passou, então, para 34 pontos a favor dos Drones contra 21 pontos portoalegrenses.  A vitória, desse jeito, vinha com alguma facilidade. Faltou, entretanto, combinar com os rivais. 

Na quarta e última etapa do jogo, o Pumpkins aproveitou um fumble para descontar com um TD. 34×27. Adicionalmente, Luís Becker foi ejetado, ou seja, expulso dessa partida, por conduta antidesportiva. Sentindo o melhor momento e a instabilidade do outro lado, os laranjas pressionaram tanto que conseguiram novo TD. A distância no placar caiu para um ponto. 34×33. A igualdade poderia ser estabelecida no extra point e o relógio explicitava que existia tempo para uma virada. Não só isso. Em caso de derrota, o Drones poderia perder o mando do terceiro jogo contra os Chacais. Mas, o time deu um jeito de retomar a concentração. Por ocasião do chute para o XP, Evandro Zilch encontrou alguma maneira de furar a linha de bloqueio e interceptou a oval, impedindo que a bola encontrasse o seu destino entre as traves paralelas. Nada de igualdade.

Depois, o ataque mandante conseguiu empurrar o Pumpkins bem para o fundo do campo, matando boa parte do já escasso tempo disponível. Quando a defesa do Drones entrou em ação, novamente os laranjas não avançaram grande território. Vale uma menção honrosa para um sack providencial de Juan Lamaison no QB Rafael Rodrigues. Consequentemente, apesar de todo o esforço, o Pumpkins não obteve o first down. De modo que, ao retornarem os atacantes do Drones ajoelharam e deixaram os segundos escoar.

O jogo terminou: vitória por 34×33.

O segundo resultado positivo seguido garantiu que o último jogo da primeira fase – dia 09 ou dia 10 de setembro (a data ainda vai ser definida) – ocorra em Ijuí. O adversário é o Santa Cruz Chacais, que perdeu para o Pumpkins na estreia. Por isso, mesmo que vença o Bulls neste domingo, dia 20, permanece com campanha inferior ao enxame, o que dá aos ijuienses o direito de jogarem outra em casa. Os Drones também estão praticamente classificados para os playoffs da V Copa Sul. Para isso, o Bulls precisa derrotar o Chacais neste final de semana. Depois, nova vitória em setembro pode impulsionar o time direto para a fase semifinal caso o placar do jogo seja suficiente para garantir os ijuienses entre as duas melhores campanhas gerais.

Entrevistas pós-jogo

Thiago Maha, presidente e coach do Pumpkins, avaliou os pontos positivos que seu time demonstrou apesar da derrota. Ele também fala sobre a escolha por participar da Copa Sul no segundo semestre e o acúmulo de funções no clube.

Drones x Pumpkins 10 _ 19ago2017
Thiago Maha, Coach e presidente do Pumpkins

“Ainda carecemos de alguns pontos de entrosamento. Também não conseguimos trazer todas as nossas peças. Mas, me surpreende conseguirmos um resultado tão apertado.A lição que fica é essa capacidade mental. O time não se entrega.”

Evandro Zilch, do Drones, se emocionou ao falar sobre o jogo. Ele valorizou a vitória, mas se disse insatisfeito com o fato da equipe local permitir o Pumpkins se aproximar no placar.

“Eu jogo sempre dando o meu melhor. Eu queria que entendessem que isso aqui não é um bando de baderneiro (…) Todo mundo que joga, joga por amor. Isso aqui é uma família. Eu agradeço muito ao coach e ao meu coordenador que me ajudaram nos treinos”.

Jonathan Machado destacou o estudo prévio do adversário como fundamental para o resultado. Embora tenha feito uma grande partida, disse que não conseguiu entregar seu melhor.

O QB Uil ponderou que faltou atenção ao Drones. Para enfrentar o Chacais, a solução, de acordo com ele, será manter o foco e a atenção.

Raian Pereira é outro destaque. Veio do Erechim Coroados e anotou mais um TD para o Drones. Ele o que o atraiu no esporte, como tem sido a experiência no Drones e o que o Coroados planeja para 2018. Raian e seus colegas de Coroados, que estão emprestados ao enxame, permanecem morando em Erechim e viajam todo final de semana para treinar em Ijuí. Raian afirma que essa rotina é considerada um investimento para o crescimento do Coroados.

Drones x Pumpkins 06 _ 19ago2017
Rafael Kieling

Por fim, o coach do Drones Rafael Kieling avaliou o resultado. Frisou que tenta passar aos players a necessidade da concentração e disciplina. 

“Quem errou sabe que errou. Mas o que valeu foi a vitória. O que desequilibrou foi o nosso special teams (…) Nossos jogadores tem que ter dedicação. Os outros times estão crescendo. Nós temos que crescer também.” 

Anúncios

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s